Hoje

Corrida para a Prefeitura de Curitiba

Opinião

Uma breve história da gravura em metal: da ourivesaria até Goya

As origens da técnica de gravura em metal estão relacionadas com a ourivesaria, ou seja, com a produção de joias em metais preciosos, como ouro e prata.As origens da técnica de gravura em metal estão relacionadas com a ourivesaria, ou seja, com a produção de joias em metais preciosos, como ouro e prata.
Divulgação
/
DÜRER, Albrecht. Leitura de Santo Antônio. 1519. Gravura. 9,8 cm × 14,3 cm. Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque.
Gracon
10/11/2023 9:43

As origens da técnica de gravura em metal estão relacionadas com a ourivesaria, ou seja, com a produção de joias em metais preciosos, como ouro e prata. Artistas do século XV se inspiraram na técnica florentina conhecida como niello, que consistia em fazer incisões na prata com uma ferramenta denominada buril, como descreveu Giorgio Vasari, em Vida dos artistas, no ano de 1550.

Dois artistas, com familiares ourives, se destacaram por sua produção em gravura neste período: Martin Schongauer (1435/50–1491) e Albrecht Dürer (1471-1528). Dürer era grande admirador do trabalho de Schongauer.

A gravura em metal ou calcografia (do grego, khalkos / cobre e grafhein / grafia) consiste em produzir uma imagem sobre uma matriz em metal, geralmente cobre, mas pode ser utilizado ferro ou alumínio, entre outros. Muitas são as técnicas de gravura em metal. Além do buril (também chamada talho doce), em que se desenha com o buril direto na placa, pode ser utilizada a ponta seca, da mesma forma.

Por volta de 1513, provavelmente com o artista suíço Urs Graf (1485 - 1527), surgiu a primeira técnica em que a placa deve ser banhada em ácido: a água-forte. Nesta técnica, a placa de metal é coberta com uma camada fina de verniz. Ao desenhar sobre o verniz, este vai sendo removido. Quando a matriz é banhada, o ácido corroerá estes espaços, gravando a placa.

Em meados do século XVII, o gravador Jan van de Velde IV descobriu a técnica da água-tinta, na qual a matriz é coberta com uma camada de resina, chamada breu, e que permite efeitos de aguada de acordo com o tempo de banho no ácido. Neste mesmo período, o alemão Ludwig von Siegen, criou a maneira negra (meia-tinta ou mezzotint), que não utiliza ácido, e consiste no uso da ferramenta criada por ele, o berceau, para produzir sulcos na placa, que permitirão uma textura aveludada.

Príncipe Rupert do Reno. O grande carrasco com a cabeça de São João Batista. 1658. Gravura maneira negra. 63,3 cm × 44,2 cm. Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque.

O verniz mole só começou a ser utilizado a partir da segunda metade do século XVIII, permitindo não só o desenho sobre a placa, mas também a reprodução de texturas variadas. 

Após a gravação da placa de metal em qualquer técnica, é preciso fazer a limpeza, de forma que não fique nenhum resíduo de verniz ou outro produto. Para finalizar a limpeza e desengordurar, utiliza-se álcool e talco, depois, sal e vinagre. Desta forma, a matriz está pronta para o processo da entintagem. A placa entintada pode ser levada para a impressão em prensa apropriada, onde se coloca o papel úmido sobre a matriz. Para outras impressões, é preciso repetir a entintagem.

As técnicas descritas aqui são apenas algumas das inúmeras possibilidades que a gravura permite para a produção de imagens e representam o início da pesquisa de materiais dentro desta linguagem no Ocidente. Diversos artistas, como por exemplo, Goya, mesclaram técnicas para explorar os efeitos na imagem. Com o passar do tempo, os artistas vão se apropriando de novas tecnologias para descobrir formas mais criativas de expressão.

Por Vania Maria Andrade.

Última atualização
17/11/2023 10:29
Gracon
Grupo de pesquisa em Gravura Contemporânea da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

PIB do Brasil registra crescimento de 2,9% em 2023 e atinge R$ 10,9 trilhões

PIB do Brasil registra crescimento de 2,9% em 2023 e atinge R$ 10,9 trilhões

Redação Cidade Capital
1/3/2024 11:52

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil registrou um crescimento de 2,9% em 2023, totalizando R$ 10,9 trilhões, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (1°) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse aumento sucede uma expansão de 3% observada em 2022.

O avanço do PIB no último ano foi liderado por um aumento recorde de 15,1% no setor agropecuário, marcando o maior crescimento desde o início da série histórica da pesquisa, em 1995. Os setores da indústria e de serviços também apresentaram crescimentos, com taxas de 1,6% e 2,4%, respectivamente.

Existir através da arte: gravuras ativistas exploram temática LGBTQIAP+

Existir através da arte: gravuras ativistas exploram temática LGBTQIAP+

Gracon
1/3/2024 10:22

Este texto abordará gravuras que tenho realizado desde 2020 na técnica de xilogravura com temática LGBTQIAP+, em repúdio ao elevado índice de mortes desta população em nosso país, que é o maior do mundo.

De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB) e a Aliança Nacional LGBTI+, por exemplo, no ano de 2021, ocorreu uma morte a cada 29 horas.

Cidade Capital é um projeto de jornalismo.

47.078.846/0001-08

secretaria@cidade.capital