Corrida para a Prefeitura de Curitiba

Opinião

Perda de peso inicial marca começo de desafio pessoal de saúde

Acompanhe o desafio de 30 dias de um professor ajustando dieta e exercícios, monitorando tudo com seu smartwatch.Acompanhe o desafio de 30 dias de um professor ajustando dieta e exercícios, monitorando tudo com seu smartwatch.
Arte Cidade Capital
/
Adobe Firefly
Adonai Armstrong Filho

<span class="abre-texto">Ninguém falou que seria fácil</span>, mas também não é difícil. No último dia 8, eu me propus a iniciar um desafio. Nesse desafio proponho a evoluir passo a passo, com alguns ajustes na alimentação e na atividade física. Sem dietas malucas, sem restrições alimentares bruscas, sem nenhuma loucura de exercícios, somente uma diminuição sútil na parte alimentar, e um aumento gradativo da atividade física.

Dito isso, vamos ao que realmente interessa. Eu iniciei o desafio com 82 kg, e terminei a semana com 80 kg. Como faço todo o controle da minha rotina diária no meu smartwatch (todo mundo já sabe isso, risos), coloquei metas semanais com relação a quantidade de passos, distância de deslocamento, tempo de atividade, e gasto calórico.

Vamos aos números (média semanal).

Olhando a comparação está claro que a semana anterior ao desafio meus números foram melhores em quase todas as variáveis, menos na média de gasto calórico. Isso ocorreu porque na semana anterior, eu me desloquei 95% de bicicleta elétrica (mesmo sendo elétrica eu pedalo para ela se deslocar, mesmo não fazendo esforço, eu estou me movimentando), também de bicicleta normal, ou de a pé.

Nessa primeira semana, eu havia deixado minha bike elétrica para revisar e comecei a me deslocar com ela somente na quarta-feira, como consequência meus passos, tempo de movimentação, e distância ficaram abaixo.

O gasto calórico ficou somente um pouco acima, mas com toda certeza, se eu tivesse utilizado mais a bike elétrica, ele teria aumentado.

Com relação a alimentação, tive um controle bem tranquilo. Cortei alguns excessos diários, substituí alguns lanches entre as refeições por frutas. Não ingeri nada com açúcar em seis dias, apenas em um dia comi um pedaço de bolo.

Eu me policiei mais com relação ao consumo de água, porque na correria das aulas do dia, muitas vezes acabo consumindo menos do que minha necessidade diária. Mas vou confessar para vocês que não recusei o convite do meu pai no sábado, para comer aquela tradicional feijoada.

Com relação a minha rotina de atividade física, é importante frisar que por ser professor, e trabalhar em alguns locais, eu tenho a facilidade de fazer algumas atividades, como também custo zero. Mesmo assim eu me mantenho inscrito numa academia próximo a minha casa. Ela fica a uns 300 m de casa, e quando meu tempo está muito corrido, recorro a ela para fazer 20, 30, 40 minutos de atividade, para não ficar sem.

Hoje mesmo eu ia correr, acordei, estava uma chuva intensa, e preferi fazer um treino curto de força e meu treino de corrida. Não que eu tenha medo de correr na chuva(risos), é que para não dar brecha para uma possível baixa da imunidade, algumas vezes prefiro me resguardar, e não me expor. Afinal, o meu trabalho depende de que eu esteja 100%. Uma outra questão que é importante dividir como vocês, é com relação a motivação.

Na terça-feira da semana passada, recebi uma notícia não muito legal, uma questão particular. Praticamente no início do meu desafio. Poderia ser um fator negativo, e não posso negar que isso me incomodou durante a semana. Mas pensei: “quer saber, isso não está no momento ao meu controle, o que está ao meu controle é seguir firme com o que me propus”.

Na noite de quinta para sexta, tive dor no ciático. É queridos leitores, a idade chegou. Brincadeiras à parte, eu acredito que foi uma somatória do aumenta da minha atividade somada com o estresse que tive durante a semana. Acordei e iria correr, mas devido ao desconforto abortei. Fui até academia que trabalho e fiz uma aula de yoga, que ajudou a melhorar o desconforto que eu estava sentindo. E ao final do dia cumpri com meu objetivo que era correr. Ainda não 100%, corri menos distância e menos intensidade do que estava programado, mas fiz. Missão cumprida!

Você que chegou até aqui, agradeço muito pela sua atenção, e por estar me acompanhando nessa trajetória de evolução nesses 30 dias. Terei uma semana nova para subir mais um degrau, e quem sabe poder incentivar muito mais pessoas a sair da sua zona de conforto.

Última atualização
16/4/2024 6:00
Adonai Armstrong Filho
Professor de Educação Física. Mentor de projetos de vida por meio da atividade física.

Wine Cott: um encontro de alma, vinho e poesia

Wine Cott: um encontro de alma, vinho e poesia

Jane Hir
25/5/2024 14:58

Primeiro, o convite carinhoso. À espera de uma brecha na agenda lotada, o desejo de conhecer um outro grupo crescia. De repente, o compromisso que impedia a minha ida foi desfeito. Ah! Posso ir! Ainda me quer? E em troca recebi um canto de alvorecer:

– Clarooooo!

Feridas emocionais podem afetar saúde mental e bem-estar

Feridas emocionais podem afetar saúde mental e bem-estar

Carolina Schmitz da Silva
25/5/2024 12:17

Uma noite aparentemente tranquila, com potencial de aproveitamento total para o descanso e reposição de energia, de repente é interrompida por um pesadelo. Um pesadelo envolvendo pessoas, sentimentos, situações de anos atrás, deveria ficar lá, quando ocorreu, volta com tanta força, que o sono vai embora.

Ter falado nas pessoas, dias antes, possivelmente ativou áreas do meu cérebro, que fez com que essas memórias invadissem um momento tão precioso, meu sono sagrado. Quem me conhece, sabe que amo dormir e ter uma boa noite de sono é imprescindível para o meu dia fluir. 

Opinião

Perda de peso inicial marca começo de desafio pessoal de saúde

Acompanhe o desafio de 30 dias de um professor ajustando dieta e exercícios, monitorando tudo com seu smartwatch.Acompanhe o desafio de 30 dias de um professor ajustando dieta e exercícios, monitorando tudo com seu smartwatch.
Arte Cidade Capital
/
Adobe Firefly
Adonai Armstrong Filho
Professor de Educação Física. Mentor de projetos de vida por meio da atividade física.
14/4/2024 19:10
Adonai Armstrong Filho

Perda de peso inicial marca começo de desafio pessoal de saúde

<span class="abre-texto">Ninguém falou que seria fácil</span>, mas também não é difícil. No último dia 8, eu me propus a iniciar um desafio. Nesse desafio proponho a evoluir passo a passo, com alguns ajustes na alimentação e na atividade física. Sem dietas malucas, sem restrições alimentares bruscas, sem nenhuma loucura de exercícios, somente uma diminuição sútil na parte alimentar, e um aumento gradativo da atividade física.

Dito isso, vamos ao que realmente interessa. Eu iniciei o desafio com 82 kg, e terminei a semana com 80 kg. Como faço todo o controle da minha rotina diária no meu smartwatch (todo mundo já sabe isso, risos), coloquei metas semanais com relação a quantidade de passos, distância de deslocamento, tempo de atividade, e gasto calórico.

Vamos aos números (média semanal).

Olhando a comparação está claro que a semana anterior ao desafio meus números foram melhores em quase todas as variáveis, menos na média de gasto calórico. Isso ocorreu porque na semana anterior, eu me desloquei 95% de bicicleta elétrica (mesmo sendo elétrica eu pedalo para ela se deslocar, mesmo não fazendo esforço, eu estou me movimentando), também de bicicleta normal, ou de a pé.

Nessa primeira semana, eu havia deixado minha bike elétrica para revisar e comecei a me deslocar com ela somente na quarta-feira, como consequência meus passos, tempo de movimentação, e distância ficaram abaixo.

O gasto calórico ficou somente um pouco acima, mas com toda certeza, se eu tivesse utilizado mais a bike elétrica, ele teria aumentado.

Com relação a alimentação, tive um controle bem tranquilo. Cortei alguns excessos diários, substituí alguns lanches entre as refeições por frutas. Não ingeri nada com açúcar em seis dias, apenas em um dia comi um pedaço de bolo.

Eu me policiei mais com relação ao consumo de água, porque na correria das aulas do dia, muitas vezes acabo consumindo menos do que minha necessidade diária. Mas vou confessar para vocês que não recusei o convite do meu pai no sábado, para comer aquela tradicional feijoada.

Com relação a minha rotina de atividade física, é importante frisar que por ser professor, e trabalhar em alguns locais, eu tenho a facilidade de fazer algumas atividades, como também custo zero. Mesmo assim eu me mantenho inscrito numa academia próximo a minha casa. Ela fica a uns 300 m de casa, e quando meu tempo está muito corrido, recorro a ela para fazer 20, 30, 40 minutos de atividade, para não ficar sem.

Hoje mesmo eu ia correr, acordei, estava uma chuva intensa, e preferi fazer um treino curto de força e meu treino de corrida. Não que eu tenha medo de correr na chuva(risos), é que para não dar brecha para uma possível baixa da imunidade, algumas vezes prefiro me resguardar, e não me expor. Afinal, o meu trabalho depende de que eu esteja 100%. Uma outra questão que é importante dividir como vocês, é com relação a motivação.

Na terça-feira da semana passada, recebi uma notícia não muito legal, uma questão particular. Praticamente no início do meu desafio. Poderia ser um fator negativo, e não posso negar que isso me incomodou durante a semana. Mas pensei: “quer saber, isso não está no momento ao meu controle, o que está ao meu controle é seguir firme com o que me propus”.

Na noite de quinta para sexta, tive dor no ciático. É queridos leitores, a idade chegou. Brincadeiras à parte, eu acredito que foi uma somatória do aumenta da minha atividade somada com o estresse que tive durante a semana. Acordei e iria correr, mas devido ao desconforto abortei. Fui até academia que trabalho e fiz uma aula de yoga, que ajudou a melhorar o desconforto que eu estava sentindo. E ao final do dia cumpri com meu objetivo que era correr. Ainda não 100%, corri menos distância e menos intensidade do que estava programado, mas fiz. Missão cumprida!

Você que chegou até aqui, agradeço muito pela sua atenção, e por estar me acompanhando nessa trajetória de evolução nesses 30 dias. Terei uma semana nova para subir mais um degrau, e quem sabe poder incentivar muito mais pessoas a sair da sua zona de conforto.

Adonai Armstrong Filho
Professor de Educação Física. Mentor de projetos de vida por meio da atividade física.
Última atualização
16/4/2024 6:00

Wine Cott: um encontro de alma, vinho e poesia

Jane Hir
25/5/2024 14:58

Primeiro, o convite carinhoso. À espera de uma brecha na agenda lotada, o desejo de conhecer um outro grupo crescia. De repente, o compromisso que impedia a minha ida foi desfeito. Ah! Posso ir! Ainda me quer? E em troca recebi um canto de alvorecer:

– Clarooooo!

Feridas emocionais podem afetar saúde mental e bem-estar

Carolina Schmitz da Silva
25/5/2024 12:17

Uma noite aparentemente tranquila, com potencial de aproveitamento total para o descanso e reposição de energia, de repente é interrompida por um pesadelo. Um pesadelo envolvendo pessoas, sentimentos, situações de anos atrás, deveria ficar lá, quando ocorreu, volta com tanta força, que o sono vai embora.

Ter falado nas pessoas, dias antes, possivelmente ativou áreas do meu cérebro, que fez com que essas memórias invadissem um momento tão precioso, meu sono sagrado. Quem me conhece, sabe que amo dormir e ter uma boa noite de sono é imprescindível para o meu dia fluir. 

Cidade Capital é um projeto de jornalismo.

47.078.846/0001-08

secretaria@cidade.capital