Corrida para a Prefeitura de Curitiba

Opinião

O que a atividade física e o mundo corporativo têm em comum?

Veja como o esporte e o mundo empresarial alinham estratégias para promover evolução e alta performance.Veja como o esporte e o mundo empresarial alinham estratégias para promover evolução e alta performance.
Divulgação
/
Adonai Armstrong Filho
27/2/2024 10:03

O que a atividade física e o mundo corporativo têm em comum? Performance além do resultado. Mas qual o real significado disso? Quando falamos em atividade física, é importante entender qual o objetivo de cada indivíduo, seja saúde, bem-estar ou performance. Independente do objetivo, a meta principal é evoluir. E no mundo corporativo, como isso se replica?

Conversei com o pessoal da Alperman, atividades de consultoria em gestão empresarial, e eles traçaram o seguinte paralelo: você é um líder, executivo ou dono de uma empresa, que busca por melhores resultados para o seu negócio e depende da performance do seu time para alcançar esse objetivo, mas eles não estão conseguindo performar. Qual estratégia usar? Um professor, da mesma forma, necessita de uma estratégia para que seu aluno evolua da melhor forma possível.

O grande ponto dentro de uma empresa é analisar como os funcionários estão performando e saber se o que está sendo entregue é uma evolução em relação aos resultados anteriores, e se é o que o gestor ou líder tem como expectativa. Na atividade física, o professor controla a evolução do aluno através das avaliações físicas e corporais.

No mundo corporativo, quando criamos uma expectativa de resultados, é importante primeiro entender o potencial de toda a equipe e, depois, da individualidade de cada um. Existem pessoas que performam muito bem, pois estão mais alinhadas com a expectativa da empresa, mas em muitos casos, essas mesmas pessoas podem ir mais além quando descobrem o seu potencial. Na atividade física, como professor, observo que muitas pessoas não conhecem seu verdadeiro potencial. Muitas vezes, por não se permitirem desafiar, ou porque não sabem até onde elas podem chegar.

Traçando um paralelo entre os dois mundos, é importante definir objetivos claros e buscar a evolução. As empresas estabelecem metas e objetivos alinhados com sua visão e missão, seja operacional, lucratividade ou expandir novos mercados. Assim como na atividade física, a adaptação e o progresso contínuo são fundamentais para o sucesso.

Os resultados dependem do desempenho individual e coletivo; no mundo corporativo, o sucesso da empresa também depende do time. Assim como um treinador ou professor pode identificar áreas de melhoria e implementar estratégias para otimizar o resultado dos alunos, no ambiente corporativo, os líderes e gestores devem identificar lacunas de desempenho, oferecer suporte, treinamento e recursos necessários para capacitar e motivar a equipe a alcançar melhores resultados.

Última atualização
27/2/2024 16:34
Adonai Armstrong Filho
Professor de Educação Física. Mentor de projetos de vida por meio da atividade física.

'Memórias de chá', novo livro do CIS, ganha vida com homenagens e relatos

'Memórias de chá', novo livro do CIS, ganha vida com homenagens e relatos

Jane Hir
20/4/2024 9:27

Já faz algum tempo (acredito que esse seja um presente do envelhecimento) que venho aprendendo a saborear os momentos vividos. É como se relesse com atenção uma parte da história que ainda estou construindo.

Há duas semanas, escrevi sobre a apresentação do livro Memórias de chá, escrito pelas educandas do Centro de Integração Social (CIS). Nesse evento, uma cena se destaca entre as minhas lembranças: a diretora da unidade presta uma linda homenagem ao seu pai para representar, naquele momento, o leitor.

Pateta no trânsito: reflexões sobre raiva e autocontrole

Controlar o 'Pateta interno' pode transformar sua condução

Carolina Schmitz da Silva
20/4/2024 9:08

Na minha infância, lembro-me de assistir ao filme do Pateta no trânsito, uma animação da Disney na qual ele se transforma em uma pessoa raivosa ao dirigir. Aquela mudança de humor ao entrar em um carro me impressionava profundamente.

Agora, como adulta, vejo-me controlando meu Pateta interno e, em alguns momentos, percebo sua força crescer enquanto dirijo. Tendo consciência de quando ele domina, reconheço quão inadequado ele é.

Cidade Capital é um projeto de jornalismo.

47.078.846/0001-08

secretaria@cidade.capital