Corrida para a Prefeitura de Curitiba

Opinião

Exercícios físicos são bons para a memória e o bem-estar do cérebro

Confira como a atividade física pode se aliar à saúde cerebral na luta contra o Alzheimer, melhorando a função cognitiva e a qualidade de vida.Confira como a atividade física pode se aliar à saúde cerebral na luta contra o Alzheimer, melhorando a função cognitiva e a qualidade de vida.
Marcos Santos
/
USP
Adonai Armstrong Filho
23/1/2024 12:13

A atividade física é um poderoso aliado para a saúde cerebral, capaz de promover a circulação sanguínea e aumentar o fluxo de oxigênio e nutrientes essenciais para o cérebro. Além disso, estimula a liberação de substâncias químicas cerebrais, como os neurotransmissores e fatores de crescimento, essenciais para a função cognitiva e o desenvolvimento neural.

Esses benefícios também se estendem na redução do risco de doenças cerebrais, como o Alzheimer, que impacta significativamente a memória e outras funções cognitivas, entre linguagem, julgamento, função social e habilidade de realizar tarefas motoras.

Um exemplo é o caso da dona Tercília, uma senhora de 77 anos, portadora de Alzheimer estágio 2. Trabalho com ela há cerca de dois anos e e ao longo desse período, procurei entender na prática quais eram as melhores estratégias para encaixar as atividades físicas à doença e à sua faixa etária.

Nossa rotina consiste em três treinos semanais, sendo dois treinos de força e um treino de caminhada. Nos treinos de força, utilizamos equipamentos de elásticos e pesos, já as caminhadas, que variam de 35 a 45 minutos, seguem um percurso plano com algumas subidas moderadas.

Vale destacar que a intensidade dos treinos varia de acordo com a disposição de dona Tercília. Em dias mais dispostos, conseguimos fazer um treino que exija mais da sua capacidade, enquanto em dias de menor disposição, cadencio os treinos para que não fique desagradável.

Por conta das questões de segurança devido à doença, dona Tersília mora com sua filha Anna Paula Franco, que relata “a atividade física tem sido fundamental para garantir a autonomia e a mobilidade que ela ainda preserva.”

Última atualização
7/2/2024 14:55
Adonai Armstrong Filho
Professor de Educação Física. Mentor de projetos de vida por meio da atividade física.

'Memórias de chá', novo livro do CIS, ganha vida com homenagens e relatos

'Memórias de chá', novo livro do CIS, ganha vida com homenagens e relatos

Jane Hir
20/4/2024 9:27

Já faz algum tempo (acredito que esse seja um presente do envelhecimento) que venho aprendendo a saborear os momentos vividos. É como se relesse com atenção uma parte da história que ainda estou construindo.

Há duas semanas, escrevi sobre a apresentação do livro Memórias de chá, escrito pelas educandas do Centro de Integração Social (CIS). Nesse evento, uma cena se destaca entre as minhas lembranças: a diretora da unidade presta uma linda homenagem ao seu pai para representar, naquele momento, o leitor.

Pateta no trânsito: reflexões sobre raiva e autocontrole

Controlar o 'Pateta interno' pode transformar sua condução

Carolina Schmitz da Silva
20/4/2024 9:08

Na minha infância, lembro-me de assistir ao filme do Pateta no trânsito, uma animação da Disney na qual ele se transforma em uma pessoa raivosa ao dirigir. Aquela mudança de humor ao entrar em um carro me impressionava profundamente.

Agora, como adulta, vejo-me controlando meu Pateta interno e, em alguns momentos, percebo sua força crescer enquanto dirijo. Tendo consciência de quando ele domina, reconheço quão inadequado ele é.

Cidade Capital é um projeto de jornalismo.

47.078.846/0001-08

secretaria@cidade.capital